Sem categoria

Sem corpo

É não ter um corpo pra enterrar esse vácuo de nadas. Tento preencher de um ódio que eu não sei sentir esse buraco do meu peito, iflamado nas bordas, queimando tanto que eu não posso respirar. A dor é física. E eu não posso ir ao cemitério sem um corpo para enterrar, também não posso… Continuar lendo Sem corpo

Crônicas

Acopalipse

Parece que eu tô escutando minha vó dizer, com as mãos juntinhas em oração no meio de um temporal, "deus nos ajude, é o acopalipse!". Depois andar de um lado pro outro, com o terço na mão, acendendo vela. "Ai, minha Santa Sara!". Vó, acho que dessa vez é o acopalipse mesmo. Cadê aquele terço… Continuar lendo Acopalipse

Crônicas · notas

Não é sobre o pé de goiaba

Eu sei. Eu admito. O tempo da coisa toda de escrever ficou enfiado nalgum canto meu, esperando sobrar um respiro de felicidade pra eu olhar aquela estrela vermelha que você não sabe o nome e me peguntar se eu ainda consigo tocar o coração do escorpião. O amor se escondeu nas minhas sombras mais profundas.… Continuar lendo Não é sobre o pé de goiaba

contos · notas

Nota para o nascimento de uma personagem

Vai dizer que você dorme sem sonhar com bombas e com o gás entrando pelo seu nariz, vai dizer que não acorda assustada em outro tempo, com outras gentes? Vai dizer que você come tranquila, enquanto olha as pessoas na calçada, do lado de fora do restaurante que visitamos todas as quartas. Vai dizer que… Continuar lendo Nota para o nascimento de uma personagem

Crônicas

Sobre dinheiro e outras merdas inflamáveis

Quando entrei no meu primeiro trabalho, aos 15 anos de idade, comecei a pegar ódio de dinheiro. Trabalhei num banco, no setor de inadimplências. Nunca vou me esquecer de um sujeito, fazendeiro, que ia sempre lá, renegociava, não pagava nunca. Um dia se suicidou. Eu mesma tratei dos arquivos dele, documentos que devem estar lá… Continuar lendo Sobre dinheiro e outras merdas inflamáveis